Fórum com Lideranças na implantação de um empreendimento

 Em Negócios e Meio Ambiente

O diálogo sistematizado, com controle de demandas e feedbacks, deve ser um dos pilares estruturadores do alinhamento estratégico da Comunicação Social nos empreendimentos que geram impactos ambientais.

O principal ganho que um processo de interação bem conduzido pode proporcionar é possibilitar que as pessoas compreendam as mudanças a que estão expostas. Ao conhecer e discutir o planejamento – e o que efetivamente é feito para reduzir efeitos os negativos e alavancar os positivos – elas têm acesso aos seus resultados e, assim, vêem no empreendedor uma referência de credibilidade em todo esse contexto.

Isso porque desenvolver um empreendimento de médio e grande porte – ou mesmo aqueles de dimensões não tão relevantes –  implica em alterar a vida de comunidades.

Seja pela necessidade de se estabelecer com o empreendedor um processo de negociação fundiária, remanejamento involuntário ou alterações de vias. Pode ser o incremento de tráfego de veículos e equipamentos, a chegada de potenciais trabalhadores à região para as obras, o aumento de renda e de arrecadação do(s) município(s). De qualquer forma, é a mudança que não pode ser negada e se apresenta implacável.

 

Como dialogar estrategicamente com a comunidade

O fórum com lideranças vem se mostrando uma ferramenta de interação bastante eficiente, desde que estruturada e executada com organização, objetividade e transparência.

Trata da criação de um espaço consultivo para diálogo entre o empreendedor e representantes de diferentes partes interessadas, formando um grupo representativo e diversificado. Nele, estes grupos irão tratar, periodicamente, os temas que estão diretamente relacionados com o empreendimento em questão.

Como exemplo, podemos destacar principalmente os programas, projetos ambientais e as condicionantes de licenciamento criadas para fazer frente aos impactos gerados pelo projeto.

O resultado deste processo é a construção de um espaço de credibilidade que fortalece tanto a escuta, quanto o compartilhamento de informações. Esclarecendo dúvidas, reduzindo ansiedades e mantendo as expectativas mais próximas da realidade.

Para os representantes das partes  interessadas, uma fonte segura de informações. Para o empreendedor, uma oportunidade de esclarecimento e conhecimento das demandas a tempo de agir de forma estruturada, sem a pressão de, por exemplo, uma crise de reputação.

 

Como funciona?

A cada reunião, que é conduzida pelo empreendedor, os cerca de 20 participantes convidados – entre, por exemplo, representantes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, acadêmicos, dirigentes de sindicatos e associações, e de entidades governamentais – debatem os temas relacionados aos impactos, esclarecendo critérios e apresentando dados técnicos e/ou analíticos.

Para temas mais específicos, podem ser criadas comissões, com outros representantes, com estrutura semelhante à do fórum com lideranças, sempre integradas a este. O fórum e suas comissões possibilitam, assim, um aumento qualificado do fluxo de informações, fortalecendo a licença social do empreendimento.

 

Nossa experiência

A Ferreira Rocha vem conduzindo com sucesso, junto com a Companhia Energética Sinop (CES), o Fórum de Acompanhamento Social da UHE Sinop, empreendimento com potência instalada de 400 MW em implantação no rio Teles Pires, no estado do Mato Grosso.

O Fórum foi criado por decisão unânime, já teve seu regimento discutido e aprovado, seu colegiado e duas comissões formadas.

Posts recentes

Deixe seu comentário